Quando pouco ou nada se pode fazer.

24/08/2010


Cada vez mais tenho um medo terrível de acidentes de automóvel. As notícias chegam e muda tudo de um momento para o outro. Quando viajo com ele, estou sempre a pedir-lhe para não passar os 120km. E ele tem sempre todo o cuidado do mundo. Mas ainda ontem depois de uma viagem de quase 100 km, era perto de casa que podia ter acontecido o pior (o que felizmente não aconteceu), mesmo que nós não tivéssemos culpa nenhuma. E cada vez mais eu acho que por mais cuidado que se tenha, de um momento para o outro, as situações acontecem, como a de ontem na A25. E quase nada pode evitar isso.
Noutras situações bem diferentes é, de facto, a inconsciência que justifica muitas perdas.

7 comentários:

Rita disse...

Nem sabes como fiquei assustada com as imagens. Já escrevi isto noutro blog mas eu há uns meses vi a minha vida passar-me toda em frente dos olhos. Não tínhamos culpa, não íamos com velocidade, foi óleo na estrada. E, no meio daquilo, depois de ter andado a bater contra o monte, contra os rails, contra tudo, só agradeci não termos chocado com nenhum carro porque podia ter sido muito pior. E desde aí, cada vez que entro num carro, me lembro do mesmo.
Ter uma condução defensiva é muito importante e pode prevenir muitas situações, mas há coisas que simplesmente não dá para evitar. E o mais lixado é isso!

Pintas disse...

Completamente. E no meu caso que faço cerca de 300km diários cada vez tenho mais medo....
Durante os 11dias de férias fiz 1180km, felizmente correu tudo bem graças a deus, mas por momentos vimos a situação bastante complicada, quando um emigrante decide atravessar-se à minha frente na via verde...

Sôzinha disse...

Também tenho cada vez mais medo de andar de automóvel e até agora, felizmente, ainda não apanhei nenhum susto. Tenho sempre muito cuidado, mas é frustrante saber que nem sempre esse cuidado é suficiente...

Tanita disse...

Quando vejo estas noticias fico sempre com mais medo de fazer viagens de carro, ainda mais agora com o meu Manuel... todo o cuidado é pouco, este acidente foi terrivel...
Bj**

Gelatina de morango disse...

Quando as pessoas que eu amo vão fazer uma viagem longa de carro fico com o coração apertado.
E a verdade é que é como tu dizes, nem sempre é culpa nossa, e pior é as pessoas que são vítimas dos erros inconscientes dos outros =(.

The Closet disse...

Nem digas nada que medo, nokinhas!

Violet* disse...

Que horror Nokas :x ainda bem k tás bem =)