MPR*

23/09/2010

Nisto ela tem razão!

"E, já agora, porque é que quando uma mulher está/é gorda nunca ninguém lhe diz, mas quando está/é magra, ninguém se coíbe de comentar: «Estás tão magra!?»

MPR

12 comentários:

Sabor Adocicado* disse...

talvez porque enquanto as gordas podem estar assim devido a um problema de saúde, hormonal, por exemplo. As que de repente ficam muito magras podem passar da mania das dietas à anorexia... talvez seja em tom de conselho, de aviso, do género: vê lá o que estás a fazer a ti própria... ou então, sabendo que a pessoa se preocupa muito com isso e se acha gorda, pode ser para lhe agradar e dizer que está bem assim.. n sei.. mas não encaro isso como uma "ofensa". É mais fácil engordar que emagrecer, penso eu.

The Closet disse...

oh porque dizer "Estás gordinha" é sempre entendido como um insulto!

Uma vez fui com uma colega a uma loja e a funcionaria disse à minha colega que um determinado tipo de calça nao lhe ia ficar bem porque tinha a anca um pouco larga. Ela levou a mal e saimos logo da loja, nao voltamos lá. (Mas eu hei-de voltar, sem ela pois claro....)

O que é certo é que era verdade, as calças nao iriam ficar bem, mas ela nao gostou de ouvir!

S* disse...

Tem... mas não deixa de ser bronca.

Rita disse...

Humm, olha que já vi acontecerem os dois casos. Depende das pessoas que dirigem os comentários. A maior parte das vezes mais vale mesmo é estar calado.

Pérola disse...

Eu também já ouvi os dois comentários. Talvez porque o primeiro pareça insulto e o segundo elogio (para alguma gente né? se ouça mais o segundo. De qualquer forma não fica bem estar a comentar o aspecto de cada um. Não sabemos o que está por trás e podemos estar a afectar as pessoas sem saber. A auto estima é muito frágil e já vi casos em que um comentário despertou obsessões e depressões.

Vera disse...

Possivelmente por causa do elogio/insulto. Se alguém com quem não tiver grande confiança me vier dizer que estou gorda eu penso "ah, mas afinal quem é que lhe perguntou opinião?". Além do que fica mal e soa um pouco a insulto gratuito. Já o contrário sabe bem a qualquer pessoa.
Pensa no caso de tu cortares o cabelo com um corte estranho e sem solução nos próximos tempos. Gostavas que chegassem à tua beira e estivessem sempre a dizer "que corte estranho, fica-te mal!!". Até porque provavelmente tu já tinhas reparado nisso mas não havia grande coisa a fazer no imediato. No entanto, se a situação foi o contrário "esse corte novo faz-te ainda mais gira, adorei!", sabe bem a qualquer um.

Sou a favor dos elogios gratuitos e totalmente contra os insultos sem mais nem menos!

(O que é completamente diferente de um pedido de opinião! Se eu estiver gorda e perguntar a alguém se me acha gorda (!!!), é pq quero ouvir a opinião sincera!)

Rita disse...

Hmmm nao gosto dela, por isso, nao comento tal coisa. É absurdo. É verdade, mas nao deixa de ser absurdo. *

...Ju... disse...

e evitar fazer comentários parvos, a gordas ou a magras? :/

ML disse...

Ora nem mais! Já perdi a conta às vezes que ouvi um "estás mais magra!" "esta tão magrinha!", "não comes?", etc etc... as pessoas também não têm noção que há pessoas naturalmente magras! E acreditem que cansa, é um massacre ter passado a adolescência sempre mas sempre a ouvir a mesma coisa!

Scarlet disse...

Quem diz que não diz???
Ou sou eu que estou rodeada pelas pessoas erradas?... Lol!
Acho que a 1ª a dizer é a minha mãe!

Dina disse...

Chateia-me tanto quando me fizem «estás tão maaaaagra!» Conseguem fazer-me sentir mal e quase parece que estou moribunda!

Anónimo disse...

Tenho a informá-la que não se escreve MPR mas sim MRP. A escritora chama-se Margarida Rebelo Pinto e não Margarida Pinto Rebelo.