E os sem-abrigo?

31/01/2011

Esta semana soube que um dos projectos para os sem-abrigo numa IPSS conhecida encerrou, por falta de verbas. E fiquei a pensar na quantidade de pessoas parvas que existem neste país. A residência estava fantástica, o projecto era muito bom, e com alguns anos de trabalho. Agora serve para acolher outros projectos que já estavam em vigor noutro local. Mas a pergunta que eu faço é simples: Onde estão as pessoas que lá viviam? Que acreditaram serem capazes de mudar?




Isto sim, deixa-me triste.

2 comentários:

Social Work disse...

Só o simples facto de reconhecerem que necessitam de ajuda e irem para um centro de acolhimento, é um passo na construção de um projecto de vida adequado a cada indivíduo. Os políticos do nosso país desconhecem e tentam ignorar esta realidade. É um mundo à parte que muitos desconhecem e por isso é mais fácil de rotular. São seres humanos!

Ana disse...

São as coisas estupidas que acontecem com a crise. Há projectos fantásticos a acabarem quando a maior parte do maior investimento(o inicial) já foi feito.
Enfim,é o país onde vivemos.
beijinhos