Mutilação genital

28/03/2011


Devemos sempre respeitar as culturas diferentes da nossa. Não há culturas melhores e culturas piores. Mas há coisas que eu NUNCA vou entender e o propósito deste post é a reportagem que acabou de passar à pouco na TVI sobre a mutilação genital.
Continua a ser um choque para mim ver que em pleno século XXI ainda há situações que persistem no tempo até aos dias de hoje. Mesmo em Portugal. É um sofrimento que acompanha estas mulheres ao longo da vida. E não estamos apenas a falar de um sofrimento físico, pois vai mais além. Já para não falar das questões de saúde associadas.
Incompreensível. 

[e sobre este tema volto a falar do filme Flor do Deserto, um filme que vale a pena mas claro que não é de todo um filme leve]

12 comentários:

Pequenina* disse...

Também vi a reportagem... Incompreensível mesmo.

Nokas disse...

Há coisas que não consigo entender...

Miss Crises disse...

Foi uma reportagem que conseguiu me chocar...esse tipo de coisas mete-me medo. E saber que montes de mulheres sofrem com isso.

S* disse...

Vi ontem a promoção mas perdi a reportagem... arrepiante.

Sofia disse...

Eu também não consigo compreender. É de uma violência atroz!

Ana disse...

Um horror...
Beijinhos

maria disse...

Pensar que nós mulheres,permitimos que em pleno século XXI, as nossas crianças ainda passem por isTo,com os proclamados costumes,e até lhe chamamos de idêntidade cultural.È ofensivo não lutarmos contra a mutilação genital,para além de sexualmente castradas,a diferênciação a que estão sujeitas e horrivel

Scarlet_Perry disse...

É um tema que acompanho á anos e é a questão humanitária para a qual mais gostaria de contribuir!
Algo que não compreendo e que me choca para lá do explicável!

Miss Star Pink disse...

Não vi a reportagem, lamentavelmente não sabia q ia passar na tv.
No entanto, já li o livro "Flor do Deserto" e vi a adaptação a filme. Arrepiante! Dá que pensar.

Beijocas

Tanita disse...

Também não consigo compreender. ´
Eu li o livro e achei arrepiante.
Bj**

Sonhadora disse...

Já li hoje em alguns blogs sobre este tema e continuo com a mesma opinião , não há palavras que descrevam tal acto...

*C*inderela disse...

culturas! vamos lá compreender.
É triste saber que em pleno século XXI ainda exista este tipo de práticas e o sofrimento fisico e psicologico que fica para uma mulher. é arrepiante.