Andava a matutar nisto há tanto tempo...aqui vai...

29/06/2011


Acredito que o meu amor faça parar o trânsito, possa ser transformado em história de cinema ou capa de revista. Tínhamos tanto para dar certo, como para dar errado. Na verdade, de 1 a 100% quase a toda a gente que conhecemos davam-nos hipóteses de 10%, e se calhar estou a ser meiga. Para variar, eu seria a má da fita, e ele seria mais um a quem eu destroçaria o coração. Passado algum tempo, as pessoas continuavam a duvidar que nós aguentaríamos a distância, primeiro fui eu viver e trabalhar para Ansião, depois foi ele, para Lisboa. É verdade que parte do nosso namoro foi vivido ao fim-de-semana e apesar de me ter custado em vários momentos, não posso dizer que não aconselho esta distância a quem tiver na dúvida se o amor resiste, nem posso dizer que é tão má ao ponto de destruir relações. A minha ficou ainda maior, deixou-me ainda mais apaixonada, permitiu-me viver com o meu namorado em vários períodos da minha vida, agora já sabemos cozinhar juntos, já respeitamos as manias de cada um, já partilhamos tarefas, conhecemos sítios fantásticos juntos e inacreditavelmente também nos damos bem quando estamos todos os dias juntos. Ao longo deste tempo todo, ouvi de tudo. Desde que ele nunca mais viria viver para o Porto até que ele poderia-me trair (como se eu não estivesse estado um ano a viver sozinha sem o trair, devemos ser um fenómeno). Muitas vezes também levo com o típico "vocês namoram há 3 anos, mas metade do tempo foi só ao fds" ou então "agora é tudo muito lindo, mas quando tiveres com ele todos os dias, essa paixão vai desaparecer".
Bem confesso, que nestes últimos 2 meses tenho andado a pensar nisto, nas pessoas que nunca estão bem com a felicidade dos outros. Dizem-me para não ir viver com ele a correr, que ainda não vivemos nada (quando levamos anos à frente no que diz respeito a vivermos juntos) e agora que ele voltou a viajar (mesmo que esporadicamente) vaticinam o nosso fim "do estilo ele voltou mas nada muda". 

Mas eu vou voltar a repetir: Acredito que o meu amor faça parar o trânsito, possa ser transformado em história de cinema ou capa de revista;) E basicamente quando chega o momento de nos reencontrarmos, tenha passado um dia ou 4 dias a vontade e a felicidade é como a da imagem. Sempre. E olhem que não há muitos por aí. E ele...ele é o homem da minha vida e por muito que às vezes as coisas não corram na perfeição, não há nada que me deixe mais feliz do que saber que encontramo-nos. Digam o que disserem. A felicidade que nós temos juntos, ninguém a pode tirar-nos.

[e um dia destes faço um post a falar sobre vantagens e desvantagens de namorarmos à distância, mesmo que seja só durante a semana]

12 comentários:

Lua Escondida* disse...

Está perfeito. E cada vez que estou com vocês confirmo: vocês são perfeitos um para o outro!


[Ele nunca te iria trocar por mim, por exemplo :)]

Lila* disse...

;) Se fosse por ti,ainda percebia;)

Myosotis disse...

Também vivo uma relação de fim de semana porque trabalhamos em cidades diferentes e sinceramente... não acredito nisso do "ainda não vivemos nada" ou "relações de fim de semana não resultam". A minha tem tudo para resultar e ambos queremos muito que resulte e não é preciso mais nada: apenas muito Amor e força de vontade :)

Eu acredito em ti. Viva o vosso Amor ;)

**Beijinhos**

Jo disse...

Nunca tive uma relação à distância, mas sinceramente acho que uma relação que resiste a isso e onde o amor e a alegria do reencontro permanecem sempre então só pode ter tudo para dar (muito) certo! :)

estrela disse...

é verdade a maioria das pessoas só dá conselhos maus, eu tenho uma pessoa amiga que foi a única que sempre me aconselhou de uma maneira como ninguém... de resto é só ouvir coisas más...por isso agora quando preciso de conselhos é só a ela que recorro...cada um sabe da sua vida e o importante é gostarem um do outro agora se estão longe ou perto isso não interessa nada!! bjs

Dina disse...

Lindo texto. Revi-me nele, porque também eu namorei à distância durante mais de 5 anos. E passei pelos mesmos problemas que tu. O importante é que ainda estamos a fazer história ;) O amor vence tudo!

Vera disse...

Estes é, sem sombra de dúvida um dos meus textos preferidos do blogue. Tem garra, é absolutamente sentido e verdadeiro e transborda amor. "amor" não, "Amor"!

Confesso que eu estava nos 90% que no início tinha algumas dúvidas sobre o vosso futuro a longo prazo (acho que já tinha dito isto). Mas lentamente, comecei a aperceber-me que iria ser bem melhor do que pensei. Pelo que escrevias e dizias. Pelas vezes que vos vi juntos. And so on.

Não acredito que a distância possa ser essa bicho papão. Não percebo como é que as pessoas podem ser tão parvas sequer. Apetece sugerir que a cada "ele pode trair-te" respondas com "ele não é como tu". Ou que aos "mas só estiveram juntos ao fds", digas que "talvez tenham sido melhores e mais intensos esses fds que 365 dias juntos de alguns namorados".

Por outro lado não sei se concordo totalmente com o teu "as pessoas que nunca estão bem com a felicidade dos outros". Há pessoas que não pensam no que dizem e há efectivamente muita gente parva.
O que eu acho é que as pessoas não aprenderam ainda é que não há uma formula certa. Eu tenho o vício de criticar sem pensar o que faz com que entre, por vezes, no grupo da gente parva. Vejo imensas coisas nos casais à minha volta que penso "isto para mim não dava", o que não quer dizer que "o que para mim dá" seja o correcto para todos. A paixão não tem um prazo de validade e o amor não é matemático.

Beijinho

(eu também acredito que a vossa história possa dar um filme. Vamos fazer um conjunto de curtas-metragens só com histórias de amor? :) )

LaranjaLima* disse...

Tão lindo Lila...
E conseguiste transformar este texto numa enoooorme declaração de amor!!

Minnie Nerd disse...

força com esse namoro, se as pessoas querem ser felizes, elas conseguem

Bunyssa* disse...

Perfeito!! :)
Eu sempre acreditei em vocês. E acredito! Em 2021 lá estarei!! :) ehehe

Lila* disse...

Buny, estive a pensar mais a serio nisso e olha que só faltam 10 anos;) Afinal não é assim tanto!!! E vc sp tinham tempo para pouparem para me darem uma gd prenda de casamento!

Meninas, obrigada pelas palavras! Agora já não namoramos à distancia, apesar de ser provável que ele viaje uma vez por outra. Mas realmente o que importa é o que sentimos e a forma como nos entregamos quando estamos juntos;)

Vera, tu também acompanhaste tudo de perto e por isso tenho a certeza que tb terás um lugar privilegiado no desenrolar da historia ( bom, bom era que viajasses com ele, para o controlares!!!por isso...já sabes...trata lá da tua vida e faz-lhe companhia!)

Vera disse...

Sim, eu quero o meu lugar privilegiado! Por outro lado... 2012 é muito tempo! Eu agora já estou embalada nesta história de ir a casamentos e tudo!! Ele não não precisa de controlo, tu sabes :) De qualquer forma eu ando a tratar disso! ;)