Campanha Nacional de Combate a Violência Doméstica

26/11/2010




Os problemas que mais afectam a sociedade têm de ter cada vez mais visibilidade. Bater no cônjuge, agredi-lo verbalmente não pode nunca ser encarado como uma situação tolerável. Porque no fundo é uma família inteira que sofre as consequências de uma ambiente assim. A esposa, o(s) filho(s), o marido.
"Casa ralhada não é governada", ouvi eu dizer esta semana. Sim, pode haver discussões, porque não há relacionamentos perfeitos mas há que saber resolver as coisas, encontrar entendimentos, formas de equilíbrio. E isso começa desde o início. 
Viver num ambiente familiar repressivo, angustiante é algo que ninguém merece.

4 comentários:

Sophie Ribas disse...

Nokas , não sei se já viste , mas o Vitor da casa dos segredos , ontem agrediu a Ana Isabel (namorada) e o Hugo F. (companheiro da casa)...
Este vídeo diz muito...
Principalmente às mulheres que se culpam por algo que não têm culpa...
É uma tristeza que em pleno século XXI ainda exista disto -.-

Assério que ontem quando vi (em directo, por acaso) o que o vítor fazia , apetecia-me chegar ao pé dele e ... sei lá o quê...
Homens que batem em mulheres são UMA AUTÊNTICA MERDA (desculpa a linguagem)!!!

Lila* disse...

;( Foi o dia da VD;(

Nokas disse...

É muito, muito triste...e existem tanto!

Girl in the Clouds disse...

São situações muito tristes e que devem ser combatidas!!